Contato Vip


A Revista Contato VIP circula desde 1993 na região norte do Rio Grande do Sul, sediada em Carazinho. Em 2014 foi iniciado um projeto expansão, e hoje a revista circula também em Passo Fundo, Marau e demais cidades da região norte do Estado. Há mais de 25 anos mostrando o lado bom da vida!

Matérias do autor


26 de novembro de 2019

Hemoterapia lança Chatbot e Game que visam o incentivo à doação de sangue


Doar sangue pode parecer um gesto simples, mas que salva muitas vidas. Para celebrar o dia Nacional do Doador de Sangue, lembrado em 25 de novembro, o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, realizou, ao longo do mês, diversas atividades alusivas à data e, nesta segunda-feira, 25, realizou o lançamento dos produtos digitais aliados ao incentivo à doação de sangue: um Chatbot do Serviço de Hemoterapia e o Game O Super Poder Real.

Na ocasião, a Responsável Técnica da Hemoterapia, Dra. Cristiane Rodrigues de Araújo, agradeceu a presença de todos e reiterou a importância da doação de sangue. “Nesse momento tão importante que é o Dia Nacional do Doador de Sangue, sem este gesto nobre, não poderíamos dar andamento a todas as demandas transfusionais desta instituição, então parabenizo a todos os doadores em nome do hospital e do Serviço de Hemoterapia”, pontua.

O presidente do HSVP, José Miguem Rodrigues da Silva, ressaltou que é gratificante ver um grupo de pessoas e entidades parceiras se reunindo por um objetivo de saúde, de vida. “É muito bonito essa iniciativa porque ela vai levar esclarecimento. Não só os adultos, mas as crianças que desde pequenas já vão ter a consciência e conhecer o que é uma doação de sangue”, afirma.

 

 

O Game O Super Poder Real é um projeto desenvolvido a partir do livro “O Superpoder Real”, criando por alunos da Medicina da Universidade de Passo Fundo (UPF), através do Projeto de Extensão ComSaúde e idealizado pelo Secretário de Educação de Passo Fundo, Edemilson Brandão, Serviço de Hemoterapia e Academia Passo–Fundense de Letras.

Em relação ao desenvolvimento do game, o Secretário de Educação afirma que “demos vida ao papel. Fizemos com que o papel tivesse uma animação, uma narrativa, uma série de objetos que vão encantar a criança e fazer com que ela seja o principal propagador da doação de sangue”.

O Secretário evidecia que é um projeto simples, mas que proporciona interação, conteúdo, resolução de problemas, composição de estratégias, estabelecimento de respostas. “O material resulta de uma interação feita com as crianças, até porque é mais importante trabalhar a criança na educação infantil para que ela leve esse conhecimento até os pais”, avalia.

Para Edemilson, o objetivo era “fazer com que o material que estivesse no papel ganhasse vida e chegasse a vários pontos e pessoas pudessem fazer intervenções e interações dentro desse projeto”.  O secretário ainda revela que espera que isso aumente cada vez mais o número de doadores de sangue e que as crianças se envolvam nesse processo, pois “é a criança que vai mudar o hábito do adulto”, destaca. O game é destinado às crianças do Centro Oncológico Infantojuvenil do HSVP.

 

Chatbot do Serviço de Hemoterapia        

O Chatbot do Serviço de Hemoterapia é um projeto desenvolvido pelo aluno do Curso de Ciência da Computação da UPF, Mateus Klein Roman, como trabalho final de graduação. O Chatbot é um programa de computador que simula uma conversa humana e tem o objetivo de ajudar a orientar e divulgar mais sobre a doação de sangue. “Vai ser uma porta de acesso a informações fáceis sobre a doação de sangue acredito que o Chatbot facilita o usuário, como hoje 75% das pessoas utilizam internet, celulares, o acesso a informações fáceis vai ajudar muito, talvez até aumente a demanda do serviço e crie uma sensibilização na população”, pontua Mateus.

Doador há dez anos, Olivan Toledo Schneider é cadeirante e veio de Campos Borges prestigiar o lançamento dos produtos. Para ele “a doação de sangue é um orgulho, poder ajudar os outros. Todo mundo tem dificuldade na vida e poder fazer o bem, a gente se sente realizado, é muito gratificante. É uma coisa que não tem gasto nenhum, é só o teu tempo”.

 



Veja também