Contato Vip


A Revista Contato VIP circula desde 1993 na região norte do Rio Grande do Sul, sediada em Carazinho. Em 2014 foi iniciado um projeto expansão, e hoje a revista circula também em Passo Fundo, Marau e demais cidades da região norte do Estado. Há mais de 25 anos mostrando o lado bom da vida!

Matérias do autor


23 de setembro de 2019

Segunda edição do Danzpare Brasil movimenta mais de 20 mil pessoas


A segunda edição do Festival de Dança Patrimonial em Pares encerrou neste domingo (22), depois de uma intensa programação cultural durante nove dias. Passo Fundo, Marau e Panambi viram de perto as danças, os trajes típicos e a cultura de sete países vindos da América Latina e Central. O festival reuniu mais de 20 mil pessoas entre crianças, jovens e adultos que lotaram arquibancadas, praças, ruas e teatros para conferir um pouco da cultura da Argentina, Chile, Equador, Colômbia, Guatemala, Peru e Uruguai.

O evento contou com um show público no Parque da Gare com a presença de todos os países, levou os casais bailarinos às 72 escolas da rede municipal de Passo Fundo, possibilitando a 13 mil estudantes o contato com a cultura de cada país. A emoção conduziu o show de integração com os usuários da Apae de Passo Fundo. Na manhã de terça-feira, 17 de setembro, o auditório da instituição foi palco de um espetáculo capaz de comprovar a capacidade que a dança tem de motivar e emocionar as pessoas. Emocionada ao final das apresentações, a autodefensora da Apae, Danielle Melo de Lima contou que a integração proporcionada pelo festival ficará guardada na memória dela para sempre. “Eu não imaginava que iria encontrar todos esses países que iriam nos visitar hoje. É muito importante para nós, é uma emoção sem tamanho”.

Outro show público movimentou a praça de alimentação do Bella Città Shopping com um espetáculo no entardecer da última terça-feira (22). A região também foi incluída na agenda de apresentações, os alunos do Colégio Cristo Rei de Marau, viram de perto o show dos bailarinos e ainda puderam tirar dúvidas e saber curiosidades de cada país, em uma roda de conversa. Na noite do dia 18 de setembro a cidade de Panambi recebeu o Danzpare Brasil para um show beneficente com apresentação dos oito países, incluindo o Brasil, numa parceria da Prefeitura e da Apae, que recebeu todo o valor dos ingressos do evento organizado pelo município.

O último compromisso oficial dos casais foi no sábado (21), em uma viagem à São Miguel das Missões, onde puderam conhecer e entender de perto a grandiosidade das ruínas históricas e da representatividade para os gaúchos. Em frente ao Sítio Arqueológico, todos apresentaram uma das danças típicas dos países de origem, emocionando os turistas que visitavam o local. A produtora Cultural do Danzpare no Brasil, Raquel Pereira, destaca que ao cumprir novamente 100% da programação com êxito, o único sentimento possível é o de agradecimento. “A Baillar Centro de Danças finda mais uma superprodução de muito sucesso e abrangência, agradecendo a todas as empresas parceiras, voluntários e aqueles que, de uma ou outra forma, estiveram colaborando para a realização deste”.

Um dos grandes diferenciais deste formato de festival aqui no Brasil é a acolhida das “famílias hospedeiras” que abriram as portas de casa para hospedar durante todos os dias do evento os casais. A bancária aposentada, Cátia Regina Kümpel, hospedou junto dos filhos, Pedro Henrique Kümpel, de 12 anos e Gabriela Kümpel de 26, o casal do Equador, Carlos e Sharis Delgado. Sharis relata que a acolhida da família e de todos os voluntários é algo que ela vai guardar para sempre na memória. “A família que nos acolheu é incrível. Nosso sentimento é de agradecimento por todos os momentos, por todo o cuidado que tiveram conosco”.

Confira alguns momentos:

 

O Danzpare surgiu em 2010 na Costa Rica, por iniciativa de Hans Leiton Gutiérrez e objetiva espalhar a cultura do mundo para o mundo, mantendo vivo o folclore e a identidade cultural dos países. “Recebemos em nossa cidade, estrangeiros que apresentam toda a diversidade do mundo, com o ritmo de suas músicas e a alegria de suas danças. É nessa diversidade que reside o espírito desses encontros, em perceber que, mesmo sendo tão diferentes, dividimos o mesmo planeta e estamos irmanados no orgulho de nossas tradições”. Conta um dos guias do Festival, Rodrigo Schemkel, que faz parte da equipe de 60 voluntários.

A primeira edição do festival foi realizada de 16 a 23 de setembro de 2017. A próxima edição do Danzpare Brasil está marcada para setembro de 2021, no mesmo período das duas edições realizadas até agora, a Semana Farroupilha. A ideia é justamente poder proporcionar aos participantes a vivência da cultura gaúcha e, ao mesmo tempo, oferecer aos gaúchos a experiência cultural do folclore dos países visitantes.

 

Fotos: Arquivo Danzpare Brasil



Veja também