Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/contatovip/www/wp-includes/post-template.php on line 317
Ressignificando Olhares

Celsoni Luiza Danieli


Graduada em Pedagogia Series Iniciais Pós graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional Alfabetização e Letramento Educação Inclusiva Práticas Pedagógicas AEE Interdisciplinaridade Neuropsicopedagogia Clínica e Institucional Atualmente faz parte da Coordenação Pedagógica no Centro Municipal de Atendimento Especializado Cemaee e Avaliações Psicopedagógicas. Em particular, atua como Psicopedagoga no consultório, Edifício Esplanada, em Carazinho/RS Contato: (54) 3331-4753 | (54) 98422-1620

Matérias do autor


3 de maio de 2021

Tempo de Leitura: 2 minutos

Ressignificando Olhares


O ser humano está sempre a buscar a felicidade, em todos os tempos e em todas as culturas sempre se almejou alcança-la. Hoje, diante deste contexto pandêmico e de inseguranças quanto ao futuro, trazer  algumas  discussões sobre vários tipos de educadores, de pais e de alunos se faz necessário uma  busca  reflexiva quanto: Ao  papel da escola? A importância do professor? A máquina substitui a pessoa? O que precisa ser ensinado? O que precisa ser aprendido? Todos aprendem de igual forma? Como trabalhar a autonomia, ética, dignidade na escola? Como selecionar conteúdos? E acima de tudo: Onde entra o afeto na relação educacional?

Trata-se de um convite a reflexão e à ação. Embora a escola seja o local privilegiado para a educação, ele se dá na vida e se dá para a vida e para a felicidade. Em termos de educação, com a mudança dos costumes, com a vinda de novos valores haverá uma reestruturação da sociedade. Resignificar a educação é pensar em maneiras mais efetivas de desenvolver novas competências nas crianças e jovens, as chamadas habilidades futuras.

Toda e qualquer  mudança gera conflitos, a escola embora tenha efetivado significativas mudanças, ainda está se adequando a realidade. A mesma deverá ser o espaço do resgate do valor humano, da solidariedade e da construção de um mundo melhor, deverá representar a vida presente, tão real e tão vital para o aluno.

É importante notar que aos poucos, nos damos conta de que o aprendizado pode ocorrer fora dos muros da escola, ou da universidade, são ações que estão se delineando diante de todas as mudanças sociais e culturais da qual a sociedade esta inserida e não nos cabe retroceder, pois o mundo evolui em grande velocidade e cobra novas atitudes diante desta nova geração que diante de um click no computador tem acesso a toda informação.

Antes de tudo, conduzir o aluno a perceber-se no outro, conviver num ambiente de respeito e solidariedade, será o papel mais importante da escola, muito mais difícil, pois não priorizará estática e mecanicamente a reprodução de conteúdos enciclopedistas, verdades absolutas, inquestionáveis, mas sim, conduzir o aluno a perceber-se um verdadeiro cientista, aquele que duvida e que se reconhece como ser pensante.

O papel do professor ainda continua sendo de suma importância para a sociedade, é um dos pilares da formação da sociedade, responsável pela construção do mundo e deve estar atento para que esta construção seja para melhor, para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Se cada um desempenhar bem seu papel independentemente das circunstâncias em que se encontram, haverá sempre uma esperança, e uma certeza,  de que o mundo se tornará melhor.

 



Veja também