Passo Fundo é um dos cinco municípios gaúchos que mais vacinaram contra a Covid-19


Matérias do autor


25 de março de 2021

Tempo de Leitura: 3 minutos

Passo Fundo é um dos cinco municípios gaúchos que mais vacinaram contra a Covid-19


Além disso, é a que possui a maior cobertura vacinal da população e a que apresenta o maior índice de aplicação e registro das doses com relação ao quantitativo recebido entre as 15 cidades mais populosas

Dados do Governo do Estado apontam que Passo Fundo está entre as cinco cidades gaúchas que mais vacinaram contra a Covid-19. Entre as 15 cidades mais populosas do Rio Grande do Sul, com 201.767 habitantes, é a que possui a maior cobertura vacinal da população e a que apresenta o maior índice de aplicação e registro das doses com relação ao quantitativo recebido.

O prefeito Pedro Almeida considera os esforços realizados pelo Município para acelerar e dar transparência à vacinação. “Acreditamos que a vacinação é essencial no enfrentamento da pandemia e, por isso, buscamos dar agilidade a todos os processos. Estamos atentos a todas as orientações estaduais e exigências do Ministério da Saúde e adotamos estratégias que possam otimizar a cobertura dos grupos prioritários, seja na definição de locais que atendam às necessidades e de profissionais envolvidos em cada etapa”, declara.

De acordo com o Painel de Vacinação da Secretaria de Saúde, Passo Fundo, a 12ª cidade com mais habitantes, recebeu 38.897 unidades e aplicou, entre primeiras e segundas doses, 31.395. Ou seja, 85,1% das vacinas recebidas foram utilizadas na imunização da população e registradas no sistema nacional que reúne as informações sobre a cobertura vacinal. Ao todo, 11.2% da população já iniciaram a imunização com a primeira dose e 4,3% completaram com a segunda.

Em número geral, a cidade divide a posição das que mais vacinaram com Canoas, que, com 344.957 habitantes, também contabiliza no sistema 31.395 doses aplicadas. O município metropolitano, no entanto, ministrou e registrou 64,6% das 48.619 unidades enviadas pelo governo estadual e vacinou, com a primeira e a segunda dose, 6.9% e 2.2%, respectivamente.

Tendo em vista a contagem de vacinados, em primeiro lugar, está Porto Alegre. A capital é, de longe, a cidade mais populosa, reunindo mais de 1,4 milhão de pessoas, e contabiliza 204.449 doses aplicadas, 54,1% do total de recebidas. Na cidade, 10% das pessoas receberam a primeira dose e 3,9% fizeram a segunda.

Na segunda posição, vem Caxias do Sul, com 42.556 unidades utilizadas, 60,1% das destinadas pelo Estado. Quando avaliada a cobertura vacinal, 6,2% começaram a imunização e 2,3% concluíram o esquema.

Já a terceira posição de número geral de vacinados é ocupada por Pelotas, que soma 37.893 doses aplicadas e registradas, 53% do quantitativo recebido. No município, situado no sul do estado, 8,3% dos moradores receberam a primeira dose, enquanto 2,8% já contam com a segunda.

A secretária municipal de Saúde, Cristine Pilati, enfatiza que o registro é uma medida importante para o acompanhamento da vacinação nos municípios, além de ser essencial para garantir a conclusão do processo de imunização da população. “O registro propõe um melhor controle dos dados. Quando uma cidade não conclui o serviço com o lançamento das informações das pessoas no sistema, também prejudica pessoas que, eventualmente, se mudarem para outras cidades. Elas não conseguirão receber a segunda dose se a primeira não constar”, destaca.

 

Vacinação
Em Passo Fundo, conforme o quantitativo de doses disponíveis, as notas técnicas do Estado e o cronograma estruturado pela Secretaria Municipal de Saúde, são vacinados idosos, profissionais da área da saúde e pessoas acamadas. O município já concluiu a vacinação das pessoas que residem em Instituições de Longa Permanência (ILPIs) e indígenas aldeados e também abriu a vacinação para acadêmicos da área da saúde de anos finais, internos e residentes que atendem a população.

Nesta quinta-feira (25), recebem a primeira dose da vacina os idosos nascidos em 1951 ou anteriormente. Ou seja, são contemplados aqueles que já completaram ou que completarão 70 anos em 2021 e, ainda, os que têm idade superior a essa.

Todas as informações sobre a cobertura vacinal, como recebimento de doses, datas, locais e documentos necessários para a vacinação contra a Covid-19 são compartilhadas nos canais oficiais da Prefeitura, que compreendem as redes sociais e site.



Veja também